Food for thought: Duas empresas tecnológicas chinesas consideradas "ameaças à segurança" dos EUA

Dá que pensar...

Duas empresas tecnológicas chinesas consideradas "ameaças à segurança" dos EUA
Público

Duas das maiores empresas tecnológicas e fabricantes de smartphones do mundo, as chinesas Huawei e ZTE, são acusadas pelos EUA de representarem uma ameaça à segurança do país. Uma comissão da Câmara dos Representantes recomenda às empresas norte-americanas que evitem fazer negócios com as duas companhias chinesas.

"A China tem meios, oportunidades e motivos para usar as empresas de telecomunicações para fins maliciosos", lê-se num relatório da comissão de segurança da Câmara dos Representantes, que é na sua maioria composta por membros do Partido Republicano.

No mesmo documento, afirma-se que "a Huawei e a ZTE não conseguiram acalmar as preocupações desta comissão pelos problemas de segurança decorrentes da sua contínua expansão nos Estados Unidos. Dado o seu comportamento obstrucionista, a comissão acredita que este facto tornou imperativa a procura de uma solução para este problema".

O relatório da comissão de segurança do Congresso recomenda mesmo às empresas norte-americanas que não façam negócios com a Huawei e com a ZTE por causa das alegadas ligações destas duas companhias ao Governo chinês: "Com base em várias informações – sigilosas e públicas –, não podemos considerar que a Huawei e a ZTE estejam livres da influência de um Estado estrangeiro e, portanto, constituem uma ameaça à segurança dos Estados Unidos e aos nossos sistemas."

notícia completa no site do Público